jump to navigation

Ainda sobre Homossexualidade e Religião: uma análise sobre o tema no contexto da Igreja Católica setembro 16, 2007

Posted by psicologiadareligiao in Aconselhamento Pastoral, Aconselhamento Psicológico, ética, homossexualidade, Sexualidade, Sexualidade e Religião.
1 comment so far

 Tem sido bastante acessados os posts sobre “Homossexualidade e religiosidade” e “Sexualidade e Religião”, com disponibilização de textos sobre o tema – de  autoria do Prof. J. Farris . A análise de Farris sobre homossexualidade e religião tem como ponto de partida a perspectiva Protestante. Agora, apresentamos o tema na perspectiva da Igreja Católica, pelo professor Edênio Valle, professor de Psicologia da Religião e Ciências da Religião na PUC – SP.

Segundo Valle, com base em estudos de valor realizados no Brasil, a idéia de “que nada se move quanto às posições da Igreja Católica, da Teologia e de outros especialistas católicos que se pronunciam sobre o assunto” tem sido reforçada.  No entanto, essa idéia de que a Igreja teria parado nos tempos da inquisição não corresponde aos fatos, de acordo com a opinião do professor. Para ele,

Existe entre os psicólogos que estudam a religião um desconhecimento bastante generalizado a respeito do que a Igreja Católica diz oficialmente sobre ética sexual e homossexualidade. O que se sabe e se repete são generalizações sobre pronunciamentos do Vaticano, interpretadas segundo a ótica editorial dos veículos de comunicação e com base normalmente em coisas do passado, quando religião, ciência, direito e costumes viam a homossexualidade como doença e/ou como “crimen pessimum”.

Diante disso, Valle apresenta o pensamento ético que a Igreja Católica defende a respeito da homossexualidade com base em análise dos documentos oficiais da Igreja. Seu estudo é realizado desde a “perspectiva das ciências da religião, com ênfase na abordagem psicontropológica”.

Valle acredita que tem havido um deslocamento na posição da Igreja em relação ao tema  no que se refere, especificamente, “à pastoral (isto é, ao acolhimento e acompanhamento das pessoas)”. Segundo ele, “os textos eclesiásticos (e mais ainda, os dos teólogos) demonstram uma atitude de maior compreensão da complexidade do fenômeno homossexual, em cada um de seus múltiplos e distintos aspectos neurobiológicos (…), socio-antropológicos (…) psicológicos (…), históricos (…) e bíblico-teológicos ( …)”.

Acesse o texto completo, publicado pela REVER, aqui.

Posts relacionados:

Homossexualidade e religiosidade

Sexualidade e Religião

Sexualidade e Religião – um debate “melindroso” setembro 4, 2007

Posted by psicologiadareligiao in ética, Sexualidade, Sexualidade e Religião.
5 comments

“A sexualidade é uma das forças fundamentais na vida humana. Ela penetra toda a existência individual e social. Por esta razão, a sexualidade e a Igreja, a fé, a teologia, a ética e a ação pastoral se interpenetram” – James Farris

Pois bem, há que se ter coragem para abordar um tema tão complexo envolvendo sexualidade e fé. Mas o prof. James Farris (UMESP) encara o desafio. E o faz com sensibilidade e clareza argumentativa. Farris coloca esse tema na “roda da conversa” com a consciência da necessidade do diálogo aberto. É neste sentido, então, que disponibilizamos aqui, o seu texto sobre REFLEXÕES SOBRE A SEXUALIDADE E UMA TEOLOGIA DE SER. Em tempos onde o silêncio sobre “temas difíceis” se apresenta como uma saída tentadora, Farris convida ao diálogo e ao exercício de um pensamento ético.