jump to navigation

Publicações

PUBLICACÕES RECENTES:

1. ÁVILA, Antonio. Para Conhecer a Psicologia da Religião. São Paulo: Loyola, 2007. (R$ 35,00).

Publicado este ano, pela editora Loyola, um livro sob o título “Para Conhecer a Psicologia da Religião”, de Antonio Ávila, com tradução do espanhol por Maria José Rosado Nunes e Thiago Gambi. Ávila é professor de Psicologia do Instituto de Pastoral e da Faculdade de Teologia São Dâmaso, em Madri. Assim afirma o autor: “após mais de cem anos de pesquisas, enfrentamentos e diálogos com outros campos afins, a psicologia da religião pode apresentar uma grande quantidade de contribuições úteis para a compreensão da religiosidade do ser humano, contribuições muitas vezes parciais, dispersas em múltiplas pesquisas, (…) Assim, este livro apresenta de forma sucinta e o mais ordenadamente possível os conhecimentos ainda parciais que possuímos desse campo, de maneira que se tornem úteis a todos aqueles que queiram ter um conhecimento global de suas contribuições. (p. 9-10)”. O livro está dividido em 4 partes. Após uma Apresentação onde o autor debate o Estatuto da psicologia da religião (apontando aí, a atitude do psicólogo diante do fato religioso e questões de Método de pesquisa), as demais partes estão divididas do seguinte modo:

Primeira parte: A psicologia da religião no contexto da história da psicologia.

Esta parte está subdividida em 5 capítulos. No primeiro, o autor aborda os Precursores, no segundo, a Psicologia profunda, no terceiro, a Psicologia experimental, e no último capítulo, Ávila aborda Psicologia e Psicanálise humanista.

Segunda parte: Estudo da religiosidade. um capítulo é dedicado à religiosidade e outro à experiência religiosa.

Terceira parte: Psicologia evolutiva religiosa. Em três capítulos, o autor aborda a religiosidade na infância, na adolescência e nos adultos .

Quarta parte: Desenvolvimento moral e culpabilidade.

Em dois capítulos, o autor discute o desenvolvimento e a coerência moral e a Culpabilidade.

Para quem se interessa por uma visão geral e sistematizada da Psicologia da Religião, este livro é um ótimo recurso. Vale a pena!

2. RIZZUTO, Ana-Maria. O Nascimento do Deus vivo – um estudo psicanalítico. São Leopoldo: Sinodal, 2006. R$ 62,00. Em oferta na Editora.

Como se forma a idéia de Deus na mente das pessoas? Ana-Maria Rizzuto debruça-se sobre esta questão e defende em “O Nascimento do Deus Vivo”, a tese de que “nenhuma criança no mundo ocidental, educada em circunstâncias normais, completa o ciclo edípico sem formar uma representação pelo menos rudimentar de Deus, a qual ela pode usar ou não visando à crença. (…) Se a representação de Deus não for revisada para acompanhar alterações na representação do self, ela, em breve, sai da sincronia e é experienciada como ridícula ou irrelevante ou, pelo contrário, como ameaçadora e perigosa”. Com apresentação da edição em português, pelo professor Edênio Valle, e tradução, do inglês, por Geraldo Korndörfer, Ana-Maria nos presenteia com um belo trabalho. Ela aproveita como referencial teórico, as idéias de Winnicott a respeito de Religião, ilusão e objeto transicional. Neste sentido, Deus seria, “psicologicamente falando, um objeto transicional, fruto da representação que a criança cria entre o self e a realidade objetal. O Deus criado nesse espaço se acha contemporaneamente ‘no interno, no externo e nos limites’ do espaço transicional criado pela criança” (Valle, apud Rizzuto, p. 8). Mas Deus não é um objeto transicional como os demais. A imagem de Deus se constrói, segundo Rizutto, sobre uma matriz: o vínculo que a criança estabelece com seus pais. Psicólogos, Psiquiatras, Teólogos, Pastores (e outras pessoas que se interessam pelo tema) muito se beneficiarão com o estudo deste livro. Vale a pena conferir.

Acesse também: O espaço da ilusão – a contribuição de Winnicot para a Psicologia da Religião.

3. WONDRACEK, Karin H. Kepler (org.). O Futuro e a Ilusão. Um embate com Freud sobre Psicanálise e Religião. Petrópolis: Vozes, 2003. R$ 42,60.

futuro-e-a-ilusao.jpg

“Vida sem desejo é morte secreta. A verdadeira vida floresce a partir do casamento entre pensar e desejar. Sem pensamento perde o olhar; sem desejos perde o movimento volitivo”. São palavras de Pfister, escritas à mão, na década de 40, como um acréscimo a um ponto de sua conclusão no texto “A ilusão de um futuro”, onde ele afirma:

Uma religião esclarecida só pode surgir do entrelaçamento harmônico entre fé e ciência, a partir de uma mútua interpenetração entre o pensamento de desejo e o pensamento realista, na qual, entretanto, o conteúdo do pensamento do real não pode sofrer nenhuma falsificação da realidade e das suas relações” (p. 54-55).

Pfister não põe em xeque o conceito de ilusão usado por Freud. Ele questiona as bases argumentativas usadas por Freud para afirmar que a religião se trata de uma ilusão. Seu texto “A ilusão de um futuro”, publicado um ano depois de “O futuro de uma ilusão”, é uma resposta à Freud, “criada no calor de ‘um embate amigável'”, e agora está disponível em português, publicado pela Editora Vozes. Karin Wondracek organiza a edição abrindo-a com o texto de Pfister para, em seguida, apresentar um material divido em três seções. “Na primeira seção os autores reagem a Freud, retomando suas idéias e retrabalhando-as à luz do momento atual”. Na segunda, os autores reagem a Pfister investigando “de que modo suas idéias se modelaram nestas paragens e que questionamentos trazem à atualidade”. Na terceira seção “os autores investigam as origens e o futuro de suas idéias, e sua inserção na transdisciplinaridade atual”. O livro termina com a transcrição de “um embate amigável entre um teólogo e dois psicanalistas a respeito da religião e seus destinos atuais”.

Um livro indispensável aos interessados em Psicologia da Religião, preocupados em compreender outras perspectivas sobre o fenômeno religioso, para além da visão freudiana de uma “neurose obsessiva universal”.

4. Revista de Psiquiatria Clínica – online. Suplemento dedicado à Espiritualidade e Saúde. Variedade de artigos sobre o tema, como: Xamanismo, possessões demoníacas, uso de drogas, experiência de quase morte, alteração de consciência, etc. Disponível em: http://www.hcnet.usp.br/ipq/revista/

5. AMATUZZI, Mauro Martins (org.). Psicologia e Espiritualidade. São Paulo: Paulus, 2005. Este livro traz textos que foram apresentados no V Seminário de Psicologia e Senso Religioso ocorrido em 2004.

6. PAIVA, Geraldo José de (org.). Entre Necessidade e Desejo. Diálogos da Psicologia com a Religião. São Paulo: Loyola, 2000. Este livro traz o material apresentado no III Seminário de Psicologia e Senso Religioso, e apresenta, também, as palestras apresentadas no Seminário pelo conferencista convidado, Prof. Antoine Vergote, da Universidade Católica de Leuven: “Necessidade e desejo da religião na ótica da psicologia” e “Processos Psicológicos – vergonha, sentimento de culpa – e sentido bíblico do pecado, em particular em Romanos 7” e, ainda, “A Psicanálise à prova da sublimação”.

7. MELEIRO, Alexandrina M. A. da Silva; TENG, Chei Tung; WANG, Yuan Pang. Suicídio – Estudos Fundamentais. São Paulo: Segmento Farma, 2004. 220 p. (R$ 35,00).

suicidio-estudos-fundamentais.jpg

Uma resenha desse livro, escrita por Décio Gilberto NATRIELLI FILHO, pode ser acessada no seguinte endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1516-44462005000300025&script=sci_arttext

8. LABATE, Beatriz Caiuby ; ROSE, Isabel Santana de; SANTOS, Rafael Guimarães dos. Religiões Ayauasqueiras. Um balanço bibliográfico. Campinas/SP: Mercado de Letras/FAPESP, 2008. R$ 34,00.

Sinopse do livro conforme aparece no site da Livraria Cultura: “O livro é estruturado em três partes. A primeira consiste em uma introdução da história das religiões ayahuasqueiras do Brasil – Santo Daime, Barquinha, União do Vegetal e suas múltiplas vertentes. Na segunda parte, discutem-se as mais significativas investigações farmacológicas, psiquiátricas e psicológicas que já foram produzidas no contexto destes movimentos. A última parte oferece, então, uma bibliografia, proveniente de todo o mundo, e dá atenção não apenas à produção acadêmica, mas também a textos que surgiram no quadro das próprias religiões ayahuasqueiras. A expansão de tais movimentos religiosos pelo mundo nas últimas décadas causou um boom de estudos a seu respeito, para o entendimento do qual Religiões Ayahusqueiras.”

*************

CLÁSSICOS:1. William JAMES: “As variedades da experiência religiosa”. Acesse o texto completo, em inglês: “The Varieties of Religious Experience”. O texto foi importado do site do Dr. Nielsen – http://www.psywww.com/psyrelig/

2. FREUD, Sigmund. O Futuro de uma ilusão. Rio de Janeiro: Imago, 1997

Comentários»

1. David Winter - outubro 17, 2008

Olá, professora Mary. Meu nome é David, fui aluno do pastor Samuel Esperandio de Homilética e Evangelismo no STBI( creio que a senhora deve saber quem é ). Parabéns pelo blog, especialmente pelo tópico” publicações”. Revelou-se muito rico em conteúdo e de grande ajuda para quem está inserido no trabalho pastoral. Precisamos de mais pessoas assim, que conseguem unir a fé com o conhecimento. Um abraço, David.

2. psicologiadareligiao - outubro 17, 2008

Olá, David, que bom que o blog foi útil pra ti. Por falar em trabalho pastoral, a PUCPR está lançando um curso de Especialização em Cuidado e Aconselhamento Pastoral” – com início no fim de março de 2009. Não te interessa? Funcionará sempre aos sábados e domingos o dia todo, apenas uma vez por mês!
Um abraço,
Mary

3. pedro ademilson horst - abril 16, 2009

estou a procuara do livro de Willian James, As variedades de experiencias religiosa, grato

psicologiadareligiao - abril 16, 2009

Eu também, Pedro.
Tem uma versão em inglês disponível online, como consta na página “Publicações”

4. Ninevah - julho 23, 2009

Salam Professora Mary, queria saber se existe algum estudo no brasil sobre psicologia islâmica. Sou muçulmana e encontrei alguns materiais disponíveis na internet em inglês à respeito do tema. Parece que no Irã ou na Turquia o tema é mais amplamente explorado. Me deparei com a psicologia islâmica pesquisando sobre a religião e achei tão interessante, porque o islã é uma religião diferente do que estamos acostumados a chamar de religião e também diferente do que geralmente se pensa que é o islã. Ah, me lembro de ter lido em um livro de Teorias da Personalidade sobre o Sufismo e o desenvolvimento da personalidade, mas nada além que pudesse realmente fazer um link entre os ensinamentos da religião e o modo como ela afeta a vida do adepto.

psicologiadareligiao - julho 23, 2009

Olá, Ninevah,
Eu também não conheço nada específico sobre “Psicologia Islâmica”. Quando fiz Psicologia, tive uma grande amiga muçulmana, mas também nunca a vi fazer qualquer referência a respeito de algum estudo acadêmico sobre o tema. Mas falávamos sobre a sua própria experiência pessoal e familiar e o fato de ser muçulmana no Brasil… Concordo contigo que se trata de um tema carente de estudos acadêmicos… Quem sabe seja uma área que vc possa explorar/construir, não? Com certeza seria uma grande contribuição, dada a relevância e carência de reflexão sobre o assunto. Um abraço,
Mary

5. jose henrique lobato vianna - setembro 16, 2009

Sou doutorando em Psicologia Social na UERJ e tenho interesse em obter mais informações da Psicologia da Religião, bem como saber de encontros, seminários e tudo o mais da área.
Obrigado

6. Dimara Marques Ribeiro - janeiro 25, 2010

Olá’, Professora Mary.
Sou academica de psicologia e atualmente estou exercendo o trabalho de ministro do evangelho em Foz do Iguaçu – Pr. Creio que existam grandes enlaces entre estas duas funções ( psicologo e pastorado). Tenho interesse em redigir minha monografia de graduação com este enfoque, analisando os caminhos onde ambos se encontram e quais os desafios neste trajeto. Gostaria de obter maiores informações sobre a psicologia da religião e se tiver algum material que possa indicar, ficaria muito agradecida.

psicologiadareligiao - janeiro 25, 2010

Olá, Dimara,
Sobre este tema indico a seguinte bibliografia:
1. O livro de Daniel Schipani tem um capítulo onde ele mostra com clareza, a diferença entre o Aconselhamento Psicológico (ou Psicoterápico) e o Aconselhamento Pastoral. SCHIPANI, Daniel S. O Caminho da Sabedoria no Aconselhamento Pastoral. São Leopoldo: Sinodal, 2003
2. O livro do Clinebell é bem embasado na teoria e prática do Aconselhamento Pastoral, e pode ajudar vc a diferenciar bem uma prática e outra e onde elas podem convergir. CLINEBELL, Howard J. Aconselhamento Pastoral. Modelo centrado em libertação e crescimento. 2ª. Ed. São Leopoldo: Sinodal/Paulus, 1998.
3. O texto de Pereira, L. C. é simples e claro na abordagem desse tema. PEREIRA, Leidilene Cristina. Psicologia e Religião. Traços, Laços e Trilhas. Disponível em: <http://www.psicoexistencial.com.br/arquivos/psicologia_religiao.pdf
4. Um nr. especial da Revista de Psiquiatria: Rev. psiquiatr. clín. 34. Disponível em: http://www.hcnet.usp.br/ipq/revista/vol34/s1/index.html
5. O livro do prof. DALGALARRONDO, P. Religião, Psicopatologia e Doença Mental, 2008.
6. ÁVILA, Antonio. Para Conhecer a Psicologia da Religião. São Paulo: Loyola, 2007.

7. Andressa Prado - dezembro 28, 2010

ola prof adorei o seu blog, sou aluna de Recursos humanos e pretendo iniciar no próximo ano o curso de psicologia, ainda nao domino o assunto e gostaria que me indicasse um livro base que eu possa compreender tanto o inicio a psicologia como também psicologia da religião, muito grata.

psicologiadareligiao - dezembro 28, 2010

Olá, Andressa,

Que legal que o blog está sendo útil pra ti. Um bom livro para conhecer mais o tema é o do Antonio Ávila, “Para Conhecer Psicologia da Religiao”. A referência completa desse e de outros livros interessantes vc pode encontrar na seção “Publicações”, aqui no blog.
Um abraço e meu desejo de sucesso pra ti.
Mary

8. Cristóvão Félix Garcia da Silva - maio 27, 2011

Olá, Prof. Mary, sou psicologo e prof.no curso de psicologia,no qual existe uma proposta de disciplinaeletiva: Psicologia e Religião.Por ser cristão católico e tendo cursado Teologia na Faculdade Jesuíta em Belo Horizonte, me interessei em pesquisar bibliografia específica para esta disciplina. Achei este blog muito rico e agradeço, pois, através deste, encontro várias pistas…

psicologiadareligiao - maio 27, 2011

Olá, Cristóvão,

Alegra-me saber dessa “raridade”: uma disciplina, ainda que eletiva, no Curso de Psicologia. Que ótimo para esses/as alunos/as! Que bom que sua faculdade está percebendo a importância/necessidade do estudo desse para o bom preparo dos/as alunos de psicologia. O livro do Ávila é bastante útil para a sua seleção bibliográfica.
Desejo-lhe bom trabalho.
Um abraço,
Mary

9. Cristóvão Félix Garcia da Silva - maio 27, 2011

Tendo concluído mestrado em Psicologia Social tenho interesse em pesquisar na área da psicologia e religião, tanto para produção acadêmica como para a prática pastoral com Jovens.Ao pesquisar bibliografia para este tema, encontrei este blog muito interessante e que poderá me dar muitas pistas de como conduzir e encaminhar minhas pesquisas no campo da Psicologia e religião.Obrigado!

10. Joelma - novembro 25, 2015

Prof sou aluna da UFJF me interesso muito sobre Religião pretendo ir para Ciência da Religião . O curso de Especialização em Cuidado e Aconselhamento Pastoral na PUCPR ainda são feitos ? obrigado ,seu blog e muito esclarecedor

psicologiadareligiao - novembro 25, 2015

Olá, Joelma. Fico feliz em saber de seu interesse no tema. O Curso de Especialização não está sendo oferecido.
Tivemos na PUCPR, dias atrás, o X Seminário de Psicologia e Senso Religioso. Para ver os trabalhos que foram apresentados no evento, acesse: http://www2.pucpr.br/reol/pb/index.php/spsr
Um abraço,
Mary


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: